3 pilares para aprender a investir facilmente.

Pensar no futuro é sempre importante, ainda mais por conta da parte financeira. Quando você começa a investir se depara com um monte de siglas, números e índices que não lhe dizem nada. Aí, o único critério para escolher o primeiro investimento é o rendimento. Essa é uma das piores formas de escolher onde aplicar sua grana.

Separamos algumas orientações, que são três pilares para você melhorar suas escolhas, veja só:

Objetivo

Sempre comece traçando um objetivo: o que você quer ou onde quer chegar. Tenho certeza de que você tem algum desejo, alguma meta para realizar com o dinheiro que quer investir. Pode ser comprar um carro novo daqui 1 ano, fazer uma nova graduação ou se casar daqui 10 anos. Tendo bem claro o que você busca, fica muito mais fácil eliminar o que não serve para a sua realidade.

Data de vencimento

Existem investimentos em que você só poderá fazer o resgate quando chegar a data de vencimento do título e outros que oferecem o que chamamos de liquidez diária, que nada mais é do que poder resgatar o seu dinheiro quando quiser, sem ter que esperar o vencimento. Tente adequar a data de vencimento do investimento ao seu objetivo.

Rentabilidade

Quanto maior o rendimento, mais arriscado ele é. Na prática, isso significa que geralmente quem dá maiores ganhos aos investidores são bancos ou instituições financeiras menores e com menos segurança. Ou seja, você precisa sempre se lembrar disto: o risco e retorno andam juntos.

O mais adequado para os seus investimentos é aliar estes três pontos: objetivo, vencimento e rentabilidade. Todos eles andam juntos e você não pode dar preferência apenas para um único ponto.

Agora é botar os planos em prática e ver seu dinheiro render bastante!

Fonte: UOL Economia