Ioga, pintura e terapia: como deixar a pandemia mais leve.

Parecia passageiro, mas a verdade é que a pandemia ainda não tem data para acabar. Após mais de um ano, alguns ainda estão trabalhando de casa e sofrem algumas consequências: o medo iminente, a saudade, as incertezas e o home office.

Sim, existem os benefícios do home office, mas também há problemas de ergonomia, conectividade, aumento no sedentarismo e a dificuldade em separar o ambiente de trabalho do ambiente de convivência. Por isso, buscar alternativas para equilibrar sua saúde são essenciais para você continuar bem. Ioga, pintura e terapia são algumas das opções mais comuns para quem precisa esquecer esses problemas.

E se você se sente abandonado por sua empresa, você não é o único. Uma pesquisa francesa, publicada em junho, mostrou que 48% dos trabalhadores em home office se sentem “abandonados” pelo empregador e 31% sentem que seu ambiente caseiro não é adaptado para a execução de suas tarefas. “Chegar em um lugar diferente, interagir com outras pessoas, a variedade das atividades, experiências e percepções do dia: isso tudo dentro do home office, acaba se perdendo”.

Além disso, muitos acham que o trabalho aumentou: “O volume de trabalho dobrou em função da pressão por resultados em uma economia em queda, que, aliada à falta de uma política/código de ética para o trabalho home office, deixou implícita a disponibilidade do executivo 20 horas por dia”, explica.

Ainda não sabemos quando a pandemia acabará, mas podemos amenizar seus efeitos descobrindo novas coisas para fazer. Descubra qual pode ser o seu novo hobby e comece agora.