Como mudar de carreira depois de uma certa idade?

O que você quer ser quando você crescer? Quantas vezes não ouvíamos essa pergunta? E, de repente, quantas vezes não a fizemos sem querer?
A gente quer ser tanta coisa quando é criança, mas será que nos tornamos aquilo que gostaríamos de ser? Segundo a pesquisa da Isma Brasil, a maioria não.


72% dos brasileiros estão insatisfeitos com o próprio trabalho e 58% dos entrevistados já pensaram em “abandonar tudo” para começar outra carreira, mas têm dificuldades em abrir mão da estabilidade financeira, segundo a Pactive Consultoria.

Para ajudar essas pessoas a não dedicarem o resto da sua vida fazendo o que não gostam, trouxemos algumas dicas:

Pergunte a si mesmo: eu estou feliz fazendo o que faço?

Pense com calma e veja se o que te deixa infeliz são as pessoas, o ambiente ou realmente o seu trabalho. Encontrando essa resposta, você já vai dar um grande passo rumo à mudança.

Se não estiver feliz, mas ainda não souber o que fazer, pense naquilo que NÃO QUER fazer.

Comece a refletir em tudo que não gosta, os tipos de experiências que não quer vivenciar.

Identificou o que não quer fazer? Pense agora no que faz com o pé nas costas.

Faça uma lista de tudo aquilo que você tem facilidade de executar e veja o que mais gosta.

Converse com pessoas da área e com um profissional.

Procure um coach ou psicólogo para te ajudar a enxergar todos os ângulos de sua mudança. Também fale com alguém da área que estiver chamando mais a sua atenção. Às vezes, nos encantamos por uma profissão, mas na prática é bem diferente.


Prepare-se financeiramente

Não tenha medo de mudar, mas prepare-se para um período de investimento. Faça o famoso pé-de-meia para poder apostar na mudança com a cabeça mais tranquila e focada.

Um passo pra trás, mil pra frente.

Não se preocupe em começar do zero e nem se compare com ninguém. Quando você se encontra naquilo que ama, acaba voando alto e recupera tudo de novo. Principalmente, a sua felicidade.

E você, é feliz na profissão? Conta pra gente.