No ano passado, vimos um grande crescimento na quantidade de pessoas empreendendo e neste ano não vai ser diferente… Segundo especialistas, mesmo com uma situação econômica difícil no Brasil, 2017 promete recompensar os negócios que trouxerem uma inovação e tiverem um valor percebido pelas pessoas.

O Daniel Luco e o Gustavo Brunello, por exemplo, começaram a empreender em 2015 comercializando refeições congeladas com o foco na alimentação saudável e na praticidade.

A idealização de abrir um negócio próprio surgiu de uma conversa com amigos onde perceberam que tinham um sonho e uma ideia em comum: uma solução em alimentação para pessoas que são praticantes de atividades físicas. Eles começaram trabalhando nas horas vagas e, com um baixo investimento e utilizando a cozinha de casa, em poucos meses já realizavam algumas vendas para amigos e familiares. Conheça mais:

1 – O que vocês consideram como um diferencial da marca Lucco Fit?

Nós entendemos o ritmo de vida das pessoas e criamos uma solução para ajudá-las no dia a dia. Nosso lema é baseado em saúde, bem-estar e praticidade. Sabemos que as pessoas hoje em dia têm menos tempo para preparar os seus alimentos e dificuldade em fazê-lo da forma saudável. Com a Lucco Fit, a pessoa não precisa se preocupar em ir no mercado, cozinhar, nem lavar a louça.

2 – Segundo especialistas, este ano tende a ser bom para negócios que focam em inovação. Como vocês enxergam a importância de inovar?

Procuramos estar sempre nos reinventando e inovando. Somos focados em vendas on-line, por isso, em 2016, sentimos a necessidade de investir em um novo site. Também fizemos melhorias nas embalagens e na forma de entrega. Trabalhamos com o objetivo de ser referência em alimentação saudável, por isso, investimos também em uma máquina italiana que congela em minutos, mantendo os nutrientes e a qualidade dos alimentos.

3 – O que vocês esperam de 2017 para a Lucco Fit?

No dia 20 de fevereiro, foi inaugurado o Empório Lucco Fit na Rua Bela Cintra, 1561, onde os clientes podem comprar suas comidas congeladas para a semana, o mês, etc., ou consumam no local em um modelo de autosserviço, tirando do congelador e aquecendo no micro-ondas. Além disso, a loja conta com um empório de comidas saudáveis, açaí e café gourmet.

 

Se você ficou empolgado e quer abrir o seu próprio negócio, confira algumas ideias que têm tudo para dar certo neste ano:

1 – Setor de beleza.

Manicure, corte de cabelos, etc. Esse tipo de negócio costuma ser mais estável. Porém, é importante oferecer um tratamento diferenciado aos clientes.

2 – Alimentação.

Seguindo o exemplo da LuccoFit, o  empreendedorismo na área de alimentação vem de anos e deve continuar sendo forte. As pessoas cada vez mais comem fora de casa, mas não estão abrindo mão de opções saudáveis.

3 – Serviço de saúde para a terceira idade.

Oferecer atendimento de baixo custo é uma boa possibilidade de sucesso, seja no monitoramento via aplicativos ou presencialmente.

4 – Personalização de produtos.

As pessoas andam preferindo comprar itens básicos ou reutilizar coisas antigas e customizá-los, por isso é uma boa área para investir.

5 – Conserto de automóveis.

A opção de consertar aquilo que está danificado ao invés de comprar algo novo tem sido a preferida entre as pessoas que possuem automóvel, o que torna esse segmento uma ótima oportunidade para empreender.

6 – Negócios de economia compartilhada.

Uma nova tendência é compartilhar algo que você tem e outra pessoa precisa, como se faz no Airbnb ou nos aplicativos que alugam objetos.

7 – Vendas para pequenos negócios.

O boom de pequenas e médias empresas possibilitou o surgimento de outros empreendimentos que oferecem soluções contábeis e tecnológicas específicas a elas.

8 – Educação tecnológica.

A tecnologia facilitou a criação de formas mais lúdicas para transmitir conhecimento. Então, o seu empreendimento pode fazer workshops sobre softwares novos, redes virtuais e até sobre gamification.

 

Fonte: Exame