Cozinhar, tirar fotos, pintar e ainda ganhar dinheiro por isso. Você também já pensou em viver daquilo que gosta de fazer? Isso não precisa ser apenas um sonho, pois separamos 5 passos para que você transforme a sua paixão em um negócio. Olha só!

1 – Descubra o que você quer de verdade.

É empreender ou é exercer seu hobby? É importante responder a essa pergunta, pois grande parte de fazer da paixão um negócio é entender que a dinâmica muda: amar cozinhar é diferente de gerenciar um restaurante.

2 – Pesquise se há espaço no mercado.

Não basta gostar de algo para fazer aquilo dar certo, você terá que pesquisar o mercado, descobrir se há espaço para o que quer empreender ou se terá que lutar com mais força pelo seu lugar, qual será seu posicionamento dentre os concorrentes, etc. Isso é essencial, pois faz parte de um processo que envolve entender se sua paixão é realmente viável como negócio.

3 – Consulte o público-alvo.

Ok, você pesquisou e viu que tem espaço no mercado pra você. Então, chegou a hora de ver qual é a reação do seu público-alvo ao que você tem a oferecer. É importante fazer esses testes antes de começar a empreender de verdade e não fique apenas com a opinião dos familiares, que pode ser parcial.

4 – Tenha certeza de que você tem perfil empreendedor.

Como dito anteriormente, gostar de cozinhar e coordenar uma cozinha não são as mesmas coisas. E isso vale pra qualquer outro hobby que você queira transformar em negócio. Mais do que gostar do que faz, você precisa ser bom em gerenciar uma empresa, ou seja, em gerar receita.

5 – Saiba diferenciar hobby de negócios.

Como você já deve ter percebido, parte do processo de transformar seu hobby em negócio envolve muita burocracia. Então, tenha em mente que nem sempre você fará coisas que gosta, ainda que esteja desenvolvendo aquilo que sempre quis.

Fonte: Exame.com