Hoje o Saber para Crescer traz a entrevista da Dea Lopes, 41 anos, casada e mãe de dois filhos. A Dea é administradora financeira em uma empresa e também toma conta da empresa do marido. Além dos empregos fixos, ela tem uma grande paixão: a culinária.

Por ser neta de italianos e filha de uma baiana, ela adquiriu conhecimentos na cozinha bem cedo. “Quando eu era pequena fui morar com meus avós, com quem descobri o gosto pela culinária. Eu, literalmente, cabia dentro de uma panela em que meu avô Ezio fazia o autêntico molho italiano. Quanto às massas, fazíamos quilos e mais quilos e pendurávamos no varal por toda a casa”, conta ela. E brinca: “Meu café da manhã era macarrão, meu almoço era macarrão e meu jantar era macarrão. Tinha como não se apaixonar?”.

Foto Dea Lopes - post14_mes8

Fizemos algumas perguntas para você saber como ela fez para dar conta de tudo isso e tirar uma grana extra fazendo massas e molhos italianos. Confira:

1. Como você decidiu fazer massas e molhos artesanais para ganhar uma graninha extra?
Meu sonho era ter um Truck Food, aqueles caminhõezinhos que vendem comida nas ruas. Então, resolvi fazer massas congeladas pra vender e juntar uma grana pra poder investir nesse meu sonho.

2. Você trabalha o dia todo? Como faz para que dê tempo de conciliar o seu trabalho formal com a culinária?
Eu trabalho até as 17h, de segunda a sexta-feira. Quando tenho encomendas urgentes, faço as massas e molhos à noite, quando chego em casa. E, claro, conciliando com coisas de dona de casa também. Aos sábados e domingos eu faço as compras e abasteço o freezer para vender na semana.

3. Quanto você consegue tirar a mais por mês fazendo massas e molhos artesanais?
Eu consigo tirar uma média de 50% a mais do meu rendimento com as massas.

4. Você reinveste esse dinheiro para melhorias na fabricação dos molhos, utiliza para lazer, para pagar contas ou para alguma outra atividade?
Faço investimento no próprio negócio, em moldes, cortadores, matéria-prima, embalagens e marketing, pois faço as massas em programas de TV também. Então, estou sempre criando coisas novas.

5. Se você pudesse dar um conselho, o que diria pra quem planeja ter uma graninha extra no fim do mês?
Eu diria: faça! Nunca deixe pelo menos de tentar. Se o amarelo não der certo, tente o verde, tente o laranja, mas tente. Não desista na primeira tentativa, tenha foco e seja disciplinado. Não enfie o pé pelas mãos, planeje, pesquise e faça com amor, pois eu sou apaixonada pelo que faço. Escutar um “Hummmmm” das pessoas não tem preço!

E aí, gostou? Que tal você também planejar e começar a ter uma grana extra? A Dea conseguiu e nós temos toda certeza que você também conseguirá! 😉