O desrespeito aos direitos de consumidor é mais comum do que se pensa. Seja na hora de adquirir serviços e produtos ou ao fazer reclamações, é essencial estar bem informado para que seus direitos sejam cumpridos. Para estar munido, estude o Código de Defesa do Consumidor (www.mj.gov.br/data/Pages/MJ5E813CF3PTBRIE.htm).

Mas apenas conhecer a lei pode não ser o suficiente para ser respeitado. Veja como proceder quando violarem seus direitos de consumidor, segundo orientações do Idec (Instituto de Defesa do Consumidor).

  • Procure o fornecedor. Entre em contato com a marca ou empresa com a qual está tendo problemas para buscar uma solução amigável, sem precisar recorrer a uma briga judicial
  • Registre suas tentativas por escrito. Priorize o contato por e-mail ou fax. Dessa forma, você tem provas de que cumpriu o seu papel.
  • Fique atento aos prazos. O período para que o consumidor apresente a reclamação é de 30 dias para produtos não duráveis e de 90 para produtos duráveis. Veja qual é o seu caso e exija que o prazo para a resposta de sua solicitação seja cumprido.
  • Conheça seus deveres. Escolha bem o que vai comprar. Apenas aquisições por telefone podem ser canceladas, num prazo máximo de 7 dias após a compra ou recebimento. Verifique se o produto ou serviço desejado está completo, inclusive em caso de entregas em casa.
  • Exija nota fiscal e analise as informações presentes no documento, como discriminação do produto, modelo, cor, prazo de entrega e data de montagem.
  • Use o produto de forma correta e fique atento as suas características. Colocar um aparelho eletrônico em voltagem errada ou lavar uma peça de roupa na máquina quando deveria ser levada a mão caracteriza mau uso do produto e perda de garantia.