Nem todos os gastos do começo do ano se resumem a dívidas e despesas básicas. O período de janeiro e fevereiro é um dos melhores para renovar o guarda-roupa e a casa gastando menos. Muito menos.

Atualmente, não são somente as lojas de roupas que liquidam suas peças para a troca de coleção. As lojas de móveis e eletroeletrônicos também diminuem os preços dos seus produtos para que as linhas sejam renovadas. Por isso, vale a pena procurar por boas ofertas. Mas, se você se sente culpado por gastar, preste atenção a essas perguntas:

Vale mesmo comprar isto?
Não compre somente por que está com um bom preço. Certifique-se de que o que você quer comprar é realmente útil, se está no tamanho adequado ou possui qualidade. Atenção: nem sempre as peças de promoção podem ser trocadas.

Poderei usar nesta estação?
Algumas roupas acompanham as tendências da moda. Para quem se interessa por isso, fique atenta para não adquirir uma peça que será usada poucas vezes. O ideal é comprar itens de uso imediato, de cores neutras e modelagens básicas.

À vista ou parcelado?
Com descontos que ultrapassam os 50%, raramente é possível negociar o valor final do produto. Essa é uma boa oportunidade para optar pelo parcelamento no cartão de crédito. Porém, certifique-se de que o parcelamento não prejudicará o orçamento dos próximos meses.

Devo me antecipar às necessidades futuras?
Muitas pessoas centralizam as compras na ocasião de liquidação, o que garante economia e possibilita planejar gastos em outros bens.
Guarde estas dicas. Em julho, tem mais liquidação. Programe-se!